Guilherme Paulus e sua importância para a hotelaria e turismo brasileiro

O empresário brasileiro Guilherme Paulus é um dos empreendedores de hotelaria e turismo mais reconhecidos pelo seu trabalho na atualidade. Em dezembro de 2017 ele foi eleito o empreendedor do ano pela revista IstoÉ Dinheiro, uma das mais conceituadas do mundo dos negócios.

Além desse reconhecimento, Paulus já recebeu várias homenagens, inclusive em cidades de outros países, como Miami, nos Estados Unidos, e Buenos Aires, na Argentina, por promover o turismo nesses municípios. Na França foi homenageado pelo governo por atrair turistas através de ações de suas empresas.

Guilherme Paulus é o fundador da agência de viagens CVC, que hoje é administrada por uma empresa norte-americana. Paulus ainda é o presidente do conselho da CVC e passou a investir no ramo hoteleiro, criando a GJP Hotels e Resorts, bem como a GJP Construtora e Incorporadora.

 

A primeira empresa se trata de uma rede de vinte e sete hotéis e resorts, sendo grande parte deles de luxo. A segunda empresa do grupo se dedica a construção de condomínios de alto padrão em cidades turisticas e movimentadas do Brasil, a fim de atrair clientes dispostos a investir pequenas fortunas por lares em locais cobiçados por turistas.

Para ampliar ainda mais o seu negócio, Guilherme Paulus anunciou que vai criar mais uma marca dentro do grupo GJP para a inauguração de um hotel de luxo na capital paulista. A entrega do prédio, que vai contar com sessenta e cinco apartamentos, restaurante e espaço amplo para a realização de eventos diversos, deve acontecer entre o final de 2020 e começo de 2021. O empreendimento também deve ganhar uma segunda unidade no Rio de Janeiro, em data e local que ainda serão definidos.

A rede hoteleira de Guilherme Paulus é uma das maiores do Brasil e da América Latina, quando o assunto é turismo voltado para lazer e negócios. No empreendimento existem marcas de hotéis luxuosos, econômicos e intermediários, conhecidos como três estrelas, a fim de atender todos os públicos. Os principais empreendimentos da rede, que iniciou suas atividades em 2005, são a Saint Andrews Gramado, bem como o Wish Serrano Resort.

Recentemente a Fundação 25 de Janeiro completou trinta e cinco anos de existência e Guilherme divulgou uma carta aberta para homenagear a fundação e sua principal marca, a Visite São Paulo. O empresário ressaltou que as quase quatro décadas da empresa são um marco para o setor turístico e hoteleiro do Brasil.

Paulus aproveitou para agradecer todos os associados da Visite São Paulo e da fundação como um todo, pois são eles que movimentam a economia do setor, trabalhando com afinco para proporcionar a melhor experiência possível aos clientes, seja no setor de transportes, hospedagens ou gastronomia.

Por fim, ele salientou que os associados colaboram com as feiras e o marketing de conteúdo, levando o turismo e hotelaria do país a cada vez mais pessoas, e assim consolidando o mercado brasileiro como um dos principais do mundo no setor. Guilherme se diz otimista com o crescimento do país e do setor e convidou os associados a também encarrarem o futuro com otimismo, a fim de obter prosperidade e oportunidades de novos negócios.

Conheça mais sobre a premiação que condecorou um dos hotéis de Guilherme Paulus

O conglomerado hoteleiro de Guilherme Paulus teve uma de suas unidades premiadas através do evento que é comparado ao “Oscar” em termos de relevância para o segmento. Trata-se do World Travel Awards, que atingiu a marca de 25 edições. O resort Wish, sediado em Foz do Iguaçu, no Paraná foi o escolhido pelo público como “O melhor para famílias”. A premiação em questão diz respeito a todos os hotéis presentes na América do Sul.

Para simbolizar a entrega do prêmio, uma cerimônia foi realizada em meados do mês de setembro de 2018. Embora o hotel seja brasileiro, a festividade de premiação ocorreu em terras equatorianas, na cidade de Guayaquil. No ano de 2016 o mesmo hotel da rede de Guilherme Paulus conseguiu vencer o World Travel Awards, mas na categoria que destacava o “Melhor Resort do Brasil.”

Outras unidades hoteleiras do cenário nacional estavam representadas na cerimônia do prêmio de 2018. Como “Melhor Resort de Praia”, o país contou com o hotel Dom Pedro Laguna, de Fortaleza. Já na categoria que escolheu o “Melhor Hotel de Luxo”, o estabelecimento Saint Andrews foi eleito como o que melhor se destaca nesse quesito. Vale salientar que alguns municípios também foram premiados, como no caso do Rio de Janeiro, em razão de ser classificado como um dos melhores destinos voltados aos esportistas.

Os critérios avaliados obedeceram a uma votação de natureza pública a fim de que se elegesse os melhores de cada categoria. Vários pontos foram observados para que se escolhesse os estabelecimentos hoteleiros prediletos dos hóspedes. Dentre os itens que foram preenchidos, houve a observação da infraestrutura oferecida pelas unidades, a qualidade verificada nos serviços, o modo como se desenvolviam os produtos e até mesmo a forma de se administrar os hotéis.

As partes gastronômicas e de lazer são algumas das que mais se destacam no resort Wish, que conta atualmente com um espaço total de 225 hectares. Em 2009 houve a compra do hotel em questão pelo grupo de Guilherme Paulus, o GJP. Assim que ocorreu a oficialização da aquisição da unidade, deu-se início uma espécie de reforma, que levou em conta tanto os aspectos de ordem arquitetônica quanto aqueles relacionados à administração.

A área compreendida pelo hotel está dividida em espaços voltados aos restaurantes, piscinas para adultos e crianças, salão de beleza, parede própria para escalada, adega, etc. Além disso, 215 apartamentos são disponibilizados para locação. Um clube infantil também faz parte das dependências do local de propriedade de Guilherme Paulus, bem como um campo para os hóspedes que se interessem por golfe. Desse modo, os maiores destaques do empreendimento são voltados para quem aprecia o esporte e a gastronomia de ordem internacional.

As iniciais do nome do empresário Guilherme Paulus foram emprestadas para se compor a sigla do grupo GJP. Hoje há um total de 14 unidades hoteleiras em operação na organização. No início, entretanto, a realidade era de simplicidade, já que o empreendedor dispunha de apenas um hotel aberto em todo o país.

No modo de gerir sua rede hoteleira, o empresário imprimiu uma espécie de marca. Periodicamente ele organiza programações com o intuito de aproximar sua clientela da administração dos hotéis. Para que isso ocorra, a participação na gastronomia foi adotada por ele como meio de se conseguir tal intento. Assim sendo, alguns hóspedes podem escolher o que irá ser preparado no cardápio.