Astrônomos da NASA descobrem pequena galáxia nos arredores da Via Láctea

Astrônomos da NASA (Agência Espacial Americana) utilizando o Telescópio Espacial Hubble tiveram uma surpresa. Ao estudar um aglomerado de estrelas conhecidas como NGC 6752 os pesquisadores acabaram encontrando uma galáxia anã dentro da própria Via Láctea. Ou seja, uma pequena galáxia em nosso próprio quintal, somente a 30 milhões de anos-luz da Terra. As notícias sobre a descoberta foram divulgadas na revista científica “Monthly Notices da Royal Astronomical Society: Letters” e em sites relacionados com o assunto no primeiro semestre de 2019.

De acordo com uma equipe internacional de astrônomos que fizeram a observação da do pequeno aglomerado de estrelas, um número compacto de estrelas foi constatado na nova galáxia. Após uma análise mais minuciosa, para verificar o brilho e a temperatura deste pequeno aglomerado de milhões de estrelas, os astrônomos pesquisadores verificaram que as estrelas estavam dentro dos limites da Via Láctea.

A pequena galáxia que recebeu o nome de Bedin 1 mede apenas 3000 anos-luz de comprimento, uma pequena fração da Via Láctea. A intensidade, tanto na quantidade de estrelas quanto no brilho da pequena galáxia é considerada fraca pelos astrônomos responsáveis pela descoberta. Os especialistas também classificaram a nova e pequena galáxia como uma galáxia anã esferoidal. Galáxias anãs esferoidais podem ser definidas por um tamanho pequeno, intensidade baixa de luz, sem a presença de poeira e populações estelares bem antigas.

Até o momento já foram registradas 36 galáxias como esta, sendo que 22 delas estão concentradas em nossa vizinhança como galáxias satélites da Via Láctea. As galáxias deste grupo pequeno são peculiares, mas Bedin 1 possui características notáveis que vão além das observadas na Via Láctea. Bedin 1 é a mais isolada entre as anãs esferoidais já descobertas, estando a 30 milhões de anos-luz da Terra e a 2 milhões de anos-luz do aglomerado NGC 6744. Devido a essas e outras característica, Bedin 1 é a mais pequena e intrigante galáxia anã esferoidal já descoberta até agora.

Com base nas análises realizadas pelos astrônomos da NASA, conclui-se que a galáxia possui aproximadamente 13 bilhões de anos, tão antiga quanto o próprio Universo. Segundo os estudiosos envolvidos com a descoberta, Bedin 1 é equivalente a um fóssil vivo do Universo devido a sua idade, brilho e temperatura.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *